Deu-me na telha

Aqui está uma nova faceta do meu trabalho. Por vezes não me chega o papel e tenho que agarrar em barro e sujar as mãos...

Os trabalhos são todos feitos sobre telha e falam da natureza.

Espero que gostem.


I work with clay over old tiles. These come from the roof of an hundred-year-old stone house, built in a small village in Serra da Esterla, the highest mountain in Portugal.

Segunda-feira, 05.04.10

"Quando Deus criou o Universo,

o céu e a terra viviam em perfeita harmonia.


Um dia a terra resolveu que havia chegado a hora de ter um filho,

pois sendo a Terra, era a geradora da vida.


E a terra teve uma filha à qual deu o nome de Mahura...

(que significa aquela que trabalha)."

 

Mahura, a lenda da menina trabalhadeira



publicado por mahura às 11:25 | link do post | comentar

E aqui está a Primavera.

 

Já todos sabemos que será breve, portanto toca a aproveitar...



publicado por mahura às 11:17 | link do post | comentar

Abrigada de uma chuvinha de primavera, convido-vos a ouvir a Natureza



publicado por mahura às 11:10 | link do post | comentar

Se estivermos com atenção



publicado por mahura às 11:09 | link do post | comentar | ver comentários (1)

... e soubermos ouvir com o nosso coração,

 

descobrimos um mundo novo...



publicado por mahura às 11:01 | link do post | comentar



publicado por mahura às 11:00 | link do post | comentar



publicado por mahura às 10:59 | link do post | comentar



publicado por mahura às 10:59 | link do post | comentar | ver comentários (1)



publicado por mahura às 10:58 | link do post | comentar

E agora... um merecido descanso.



publicado por mahura às 10:53 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sobre mim

Mahura caracteriza-se pelo prazer de viver, em harmonia com toda a criação. Conhece os seres com quem partilha este planeta, fala com eles e retrata-os na medida em que estes o permitem e o desejam.

Mahura é, para mim, uma benção - a resposta a um anseio profundo de SER, a libertação do peso do colectivo. Quando ela se manifesta o momento preenche-me e o presente É. O passado desvanece-se e o futuro não existe. O tempo passa a ser vivido segundo a segundo em que Mahura diz: Eu SOU.


I love Mother Nature. As I let myself fly under her wings, she whispers her love for me. I am at peace with my emotions… the past is no more… and the future is yet to come! Time is now, second by second, and all I need is… TO BE.

Outros trabalhos
Galeria de quadros
Links

Criando com os anjos e as fadas

Contacto

e-mail: claracoelhosantos@hotmail.com

telemóvel: 967004298

subscrever feeds